VOGUE ITÁLIA traz modelos "plus size" na capa de junho

A “Vogue” Itália criou polêmica quando estreou o canal “Curvy” em seu site, ao lado do “Talents” e do “Black“, anunciando um conteúdo especializado – foi acusada de segregação. Mas o discurso de Franca Sozzani, a editora-chefe da revista, faz questão de reforçar que essa é a melhor forma de mudar: “Há 2 anos fizemos a edição com as modelos negras e desde então vejo muito mais meninas negras nos castings dos desfiles. Esse tipo de provocação resulta em mudanças”, disse em entrevista ao site “The Cut“.
E a provocação que ela preparou pra capa de junho da revista italiana chega em forma de 3 modelos plus size - Tara Lynn, Candice Huffine e Robyn Layley – sob o título de “Beleza Verdadeira“. Fotografadas por Steven Meisel, elas aparecem com pouca roupa no mesmo clima retrô explorado pela indústria da moda quando se trata de mulheres cheias de curvas, remetendo ao tempo em que elas eram padrão de beleza. Na mesma entrevista, Franca conta que a capa surgiu de cobranças de gente que não via muito sentido no fato dela ter espalhado por aí uma petição contra os sites pró-anorexia e não colocar nenhuma modelo que não fosse supermagra na publicação.
Mesmo achando importante valorizar as curvas, como fez na capa da “Vogue”, Sozzani continua achando que não se trata de uma mudança imediata de padrões: “No momento, não acho que veremos a mesma proporção de modelos (as plus size e as já estabelecidas, bem mais magras). Mas acho que de alguma forma nós vamos parar pra pensar: queremos mesmo trabalhar com todas essas modelos magras? Se isso vier à tona, pra mim será um grande sucesso”.
 
 
Fonte: Lilian Pace

Comentários