Tiago Gussi e Mayara Barreto são eleitos Mister Rodeio Brasil e Musa do Rodeio Nacional 2016

Tiago é o sexto Mister e Mayara é a quarta musa do concurso
Tiago Gussi e Mayara Barreto participaram de uma seletiva online, no mês de junho, promovida pela organização do Concurso Nacional da Beleza Country e ficaram entre os três finalistas nas categorias masculino e feminino. No último sábado (02), eles receberam as faixas em Barretos, São Paulo, e se consagraram Mister Rodeio Brasil e Musa do Rodeio Nacional 2016, respectivamente.

O eleito Mister Rodeio Brasil 2016 é da cidade de Umuarama, Paraná, e disputou o titulo com outros dois rapazes paulistas. Já a nova Musa do Rodeio Nacional é de Campinas, São Paulo, e concorreu com uma garota de Minas Gerais e outra de Goiás. Eles sucedem a Marcus Raphael Duarte e Suélen Delvecchio.

O homem mais belos dos rodeios brasileiros tem 22 anos, e, além de modelar, trabalha como técnico em telecomunicação e seu objetivo é ser engenheiro. Sua dupla sertaneja preferida é Jorge & Matheus e diz adorar viajar. "Foi como entregar um doce a uma criança", falou sobre a sensação de saber que receberia o título.


"São seis anos de rodeio e irei fechar com chave de ouro", disse a bela morena, de 24 anos e 1,75 de altura, que já foi Rainha da Festa do Peão de Indaiatuba 2013,Miss Simpatia do Rodeio Show de Jaboticabal 2013, Rainha do Rodeio de Jaguariúna 2014 e 2ª Princesa da Expoartur 2015. Sua dupla sertaneja preferida é Pedro Paulo & Alex. Mayara é formada e fisioterapeuta mas atua como supervisora comercial de uma empresa especializada em frotas.

No sábado, na capital country do Brasil, eles participaram de uma sessão fotográfica com o fotógrafo João Sane Malagutti no Parque do Peão e no Barretos Country Hotel e Acqua Park. O Mister e a Musa usaram trajes e chaparreira do estilista barretense Marcelo Ortale e trajes de banho de Summer Bali Moda Praia. O concurso conta com o apoio da DW3 Sites e Aplicativos, Perseus Magazine, Agência Guaraná Models e do North Shopping Barretos.

 Fotos: João Sane Malagutti

Comentários