VIDA DE MODELO: PHELIPE STRAUB

Como foi a sua infância e se você pudesse dar um sabor ou cheiro para essa época qual seria?
Minha infância foi marcada pelo carinho e amor dos meus pais, tios, primos e principalmente dos meus avós. Um sabor seria doce, como um doce, foi repleto de amor e carinho. Um cheiro seria de um perfume suave que chega, marca presença e a gente sempre se lembra.

O adolescente Phelipe se interessou pelo mundo Fashion sozinho ou teve alguém que despertou esse lado?
Eu gostava, mas não pensar que séria pra mim essa vida. Então uma amiga da minha mãe, que tinha uma agência e um programa na TV me convidou pra ir à agência dela, acabei gostando e fiquei.

Você lembra qual foi seu primeiro trabalho?
Meu primeiro trabalho foi aos 15 anos, fiz umas fotos no cinema com uma amiga, na época eu não era tão bem preparado para as fotos, então foi como um ensaio para mim mesmo. E até hoje guardo a foto do meu primeiro ensaio!

Quais as dificuldades que um new face enfrenta?
Todo mundo acha que um new face não passa por dificuldades nenhuma, mas é o contrário. Às vezes ficamos 10, 14 até 20 horas trabalhando, só parando para alimentar. Também tem o problema de você não conseguir trabalhos, não está no perfil necessário,  ficar meses sem fazer um ensaio, ou da campanha ser bem exigente e te fazer mudar por completo, te faz ter uma disciplina com teu corpo, suas refeições. Você passa a sair bem pouco, porque precisa dormi bastante, cuida-se pra não adoecer e perder uma campanha. Às vezes encaramos olhares de pessoas que falam “não vai da em nada” ou de deboche, inveja. Cada new face tem uma história de derrota e várias de Vitórias. E não vale desistir, é isso que se torna cada new face. Não é UM não que vai te derrubar, porque você ganha um não aqui, e lá na frente, você ganha 100 sim!

Que tipo de trabalho você gostaria de fazer e que ainda não fez?
Ensaio nu (risos) tenho vontade. Já fiz seminu, mas nu não. Pra mim séria uma experiência nova!

Carreira internacional está nos seus planos?
Já fui pra fora do Brasil fazer um comercial de desodorante. A última vez foi em 2010, uma ótima experiência. Mas penso sim em ter uma carreira fora do Brasil, até mesmo morar fora.

Um "passarinho verde" me contou que você tem planos concretos para TV em 2014. Pode adiantar algo?
(Risos)... No ano de 2014 vou fazer um personagem na novela “Malhação”. Que vai ser exibida em junho. Meu primeiro papel em uma novela, antes foram só participações breves e sem muita importância , dessa vez vou poder mostrar meu trabalho , e espero que agrade a todos !

Para quem quer iniciar carreira de modelo quais as dicas que você pode dar para o futuro modelo não cair em armadilhas de alguns "profissionais"?
Acho que antes de tudo iniciar uma pesquisa, uma busca sobre os “profissionais”. Uma coisa mais certa e segura séria uma agência “conhecida de sua cidade”. Sempre tomar bastante cuidado. Procure referências, procure pessoas que já trabalharam com esses profissionais. Porque até o lobo mau veste de ovelha.

Sua namorada é ciumenta ou entende seu trabalho?
Sim, ela entende meu trabalho. Nunca me proibiu ou ficou chateada com isso, porque ela sabe que é o meu trabalho. Mas ela sente ciúmes, outras vezes se preocupa muito com minhas cargas horárias nos ensaios, mas sempre me apoiando e encarando isso da melhor forma!

O que não pode faltar no seu guarda roupa?

Uma blusa xadrez, (risos) se não tiver, não é o Phelipe Straub.

Um defeito: fico meio nervoso às vezes, apelo muito fácil em algumas situações, isso acaba sendo como uma grosseria, pra quem não entende.

Uma qualidade: sou bem atencioso e carinhoso. Gosto muito de dar carinho, atenção. Gosto de fazer cada pessoa única.

Se fosse um animal qual seria e por quê?
Seria um leão. Ele mostra força, mostra dedicação, autoridade. Tudo que precisamos no dia a dia para sobreviver.

Se pudesse resolver um problema do nosso país qual seria e de que modo resolveria?
Entre tantos problemas que o Brasil e o Mundo têm pra mim um dos piores é a fome. Eu faço um trabalho comunitário todo fim de ano. Levo pra algumas instituições de crianças brinquedos e roupas, faço isso a 5 anos já . É o meu modo de ajudar a mudar nossa história. Mas o melhor modo de nós contribuirmos para o bem do país é começar nós REEDUCAR. Nós temos muitos e não damos valor, e tem outros com tão pouco que agradece pelo que tem. Acho que o melhor modo de mudar as coisas seria cada um fazer sua parte.
PING PONG
Fé - Deus
Família – base
Amor – avó
Tesão - namorada
Trabalho – vida


Em sua passagem recente pelo Brasil o cantor Justin Bieber deixou uma imagem um pouco desagradável para se dizer o mínimo. Como você avalia esse rastro que ele deixou?
A imagem que ele passou aqui no Brasil deixou a desejar. Mostrou uma imagem de um menino sem limites, que a fama o transformou. De um garoto simples, a um bad boy !

Phelipe agradeço sua atenção com o blog e deixo este espaço para suas considerações finais

Eu que agradeço pelo convite de ter um espaço no teu blog, fiquei bem feliz pelo convite . E que Deus nos abençoe!

Comentários

  1. Como sempre falo e repito sou sua fã,admiro seu trabalho e sua sinceridade!Ficou show sua entrevista Phelipe bjo

    ResponderExcluir

Postar um comentário