VIDA DE MODELO - NAIAN CESTARO

Ele vem da pequena cidade de Altair (interior de São Paulo)e de degrau em degrau está conseguindo marcar seu espaço. Pele branca, boca sensual e muito bem feita, olhos e cabelos negros, NAIAN CESTARO é de parar o transito. Consciente de sua caminhada, sabe que melhorar é uma constante na vida de um modelo para se conquistar mercados maiores. Nessa entrevista Naian compartilhou suas ideias, pensamentos, acontecimentos. Vamos ver o que mais nos reserva essa entrevista...Um aviso para ala feminina: o belo está livre, leve e solto...

  
Como foi a sua infância?

Posso dizer que foi como o da maioria das crianças, brinquei muito, fiz bagunça, me divertia sem responsabilidades de adulto que tenho agora, aprontava algumas artes também, mas sempre fui uma criança ativa, fazia amizades com facilidade e criava meu 'mundinho' dentro da minha cabeça e mergulhava nele.

O que o adolescente Naian queria do futuro?
Na minha adolescência sempre fui muito responsável, diferente da maioria dos adolescentes que curtem baladas, festas. Sempre fui muito quieto, 'na minha' e sou até hoje. Queria conseguir meu espaço, descobrir um talento ou algo incrível dentro de mim, e correr atrás disso. Sempre fui muito extrovertido, queria estar em todo lugar há quase todo momento. Mas é difícil eu falar da minha adolescência sem me lembrar que me sentia um patinho feio, tinha auto-estima baixa, não aceitava mudanças, do jeito que estava, pra mim estava bom. Demorei pra romper isso e aceitar mudanças. Pensava no futuro de uma forma mais tranqüila, deixando que as coisas acontecessem ao seu tempo. Eu estava no meu mundo, só nele, naquele momento. Mas aproveitei do meu jeito cada momento da minha adolescência e o que quis eu fui atrás, que foi tentar a carreira de modelo, ou de repente ser ator, isso passava muito pela minha cabeça.

De que forma o mundo fashion entrou n sua vida? Através de concursos? Alguém te levou a alguma agência? Conta um pouquinho desse inicio.
Nunca ninguém chegou em mim na época, como acontece com a maioria dos modelos iniciantes, e me disse: Você quer ser modelo, você tem tudo a ver!!! Ou me pararam em um shopping e me fizeram alguma proposta. Pra mim foi diferente, eu mesmo que fui atrás. Com 16 anos procurei uma agência na cidade de Barretos-SP, encaminhei algumas fotos que eu mesmo fiz, que não tinham chance alguma de serem aceitas, a única característica que eu tinha na época era a altura e vontade pra ser modelo, e fui, com a cara e a coragem. Fiz cursos, aprendi postura, passarela, comecei a ganhar auto-confiança, auto-estima, e comecei a me aceitar e procurar mudar coisas que não gostava em mim, como por exemplo a acne, que tinha muito, era gordinho, depois fiquei muito magro o que consegui corrigir através de alimentação balanceada e academia, o corte de cabelo era antigo. Fui vendo “defeitos” em mim e corrigindo, tudo naturalmente, sem paranoias, sem me sacrificar.

Que experiência você tirou dos concursos de beleza?
Eu não tive uma experiência muito boa com concursos de beleza. Alguns concursos infelizmente tem “sacanagem por trás”. Mas eu digo “alguns”. Mas é errado dizer que isso não acontece, porque acontece. Ainda bem que tem muitas exceções. Conheço vários profissionais que realizam concurso super competentes e transparentes. Você é um Ewerton. Talvez por isso eu não tenha participado de tantos. Como participei de poucos, dentre esses, 1 eu percebi que o ganhador já estava decidido bem antes de todos entrarem na passarela. Isso foi constatado por vários participantes depois. Mas hoje em dia, vejo que a maioria realmente são sérios, os profissionais que organizam são limpos, e o que vale mesmo é a desenvoltura e a beleza do participante, e a energia que ele passa para o publico que está prestigiando. O que vale mesmo é a experiência, a responsabilidade que você tem de estar representando sua cidade, os comprometimentos durante o concurso, isso é muito bacana. As amizades que a gente conquista na época dos concursos, isso é muito bom também. E como ganhei apenas 1, dos que participei, (cheguei a participar daqueles de agencias criadas em parcerias com lojas), eu vejo que o que vale mesmo no final, é isso. O que mais eu tiro dos concursos, é que você cria uma autocrítica sobre você, e os participantes também.  Você aprende a se auto avaliar, ver o que você pode melhorar, pra de repente conquistar o título no próximo ano.

Você acha que os concursos de beleza masculina são hoje uma grande porta de entrada para o mundo fashion ou não? Por quê?
Nem sempre são! Pode acontecer sim, de um rapaz que ninguém sabia que existia, que nunca na vida tinha feito uma foto ou entrado em uma passarela, se inscreva em algum concurso e brilhe nele, e descobre um dom que ele tem. Isso acontece sim. Mas não vejo como uma grande porta de entrada apenas, até porque os grandes concursos hoje em dia já querem modelos com experiência competindo, que já tenha algum histórico e uma experiência, mesmo que mínima. Sinceramente, vejo vários ganhadores de concursos, que depois de 1 ano de faixa, somem, não se tem mais notícia. Ou ganham, e depois se “aposentam”, não seguem em frente. Não buscam se evoluir. Acho errado se esconder atrás de uma faixa,  se sentir admirado ou importante somente por ter um título, como se não tivesse a faixa, você não seria quem é de verdade. Porque daqui um ano, esse título não é mais seu, e o que vai valer é o que você batalhou nesse reinado. Eu acredito que tem que usar o seu título para fazer daquilo apenas mais uma conquista, um pontapé inicial, usar isso pra se conseguir brilhar ainda mais. E isso vale independente de ter ganhado algum título ou não, vindo de concursos ou não.

Qual foi seu primeiro trabalho como modelo? Estava nervoso?
Meu primeiro trabalho como modelo foi um desfile, o Barretos Fashion Show. Lembro que foi um dia incrível, e eu pude sentir mesmo o que é trabalhar como modelo, a correria, o nervosismo, a ansiedade, a responsabilidade que as pessoas depositam em você. Lembro que desfilei pra duas marcas, e os donos delas requer de você um profissionalismo enorme, afinal você esta   representando o bem maior deles.  Eu fiquei nervoso sim, deu friozinho na barriga. Mas é gostoso sentir isso, te da uma adrenalina, que só passa depois de chegar em casa, e pensar que aquilo tudo acabou. Sempre fico nervoso, ansioso, mas quando chego no trabalho, tento ser o mais natural possível, me interajo com a equipe, e vou me sentindo a vontade.

Algumas pessoas ainda tem o pensamento de que se o homem é modelo, é porque é gay. Você acha que isso ainda continua ou aos poucos está mudando?
Eu acho que esse pensamento preconceituoso está mudando sim. Mas sempre existe o preconceito. Acho que isso vem, pelo fato do cara ser bonito, gostar de fotografar, cuidar do corpo, algumas pessoas associam a homossexualismo. Isso não tem nada a ver. A sexualidade não está na profissão, não importa se seja modelo, cantor, ator, advogado, professor. Se o modelo for gay, e souber passar uma imagem masculina, forte, seja em fotos ou passarela, isso é o que importa. O que ele gosta sexualmente na sua vida particular não interfere em nada. E hoje em dia isso esta mudando sim. O mercado da moda está investindo mais nos modelos homens, coisa que não acontecia anos atrás, então você pode ver vários modelos que estão conquistando seu espaço já. Isso é muito bacana.

Você já passou por alguma situação engraçada seja fotografando, desfilando, gravando algum comercial?
Ah, sempre tem situações engraçadas. O nervosismo as vezes é tao intenso, que qualquer coisinha, você já da uma risada para quebrar o clima. Rs...Uma vez, eu me lembro que estava fotografando de cueca, e o estúdio era um pouco distante do local que eu trocava de roupa, então vesti 3 cuecas de uma vez só e fui fotografando, uma de cada vez...kkkk e eu não me dei conta de que já tinha fotografado as três cuecas, e quase que tiro a última, foi muito engraçado. Ri muito! mas acontece, faz parte.  Uma vez também me deu vontade de espirrar em um programa de TV Ao Vivo, ainda bem a vontade sumiu, porque ia ser constrangedor.

Você se acha bonito?
Eu sei que feio eu não sou! rsrs Mas sim, me acho bonito. Eu acredito que você tem que se amar, gostar de quem você é. Se olhar no espelho e mandar um beijo pra você mesmo. Ter amor próprio, sem narcisismo. Eu sou bem vaidoso, me preocupo bastante com minha aparência, e acredito que estou melhorando cada vez mais! hehe Se eu não me achar bonito, que vai me achar não é?

Que parte do seu corpo você acha que chama atenção das pessoas?
Nossa, meio difícil responder isso, mas eu acredito que seja meu olhar. Transmito bastante coisas só por um olhar. Gosta da minha boca também, meu sorriso. Sorrir é tudo.  Isso vale mais que um corpo perfeito.

Falta cultura no nosso país?
Eu acredito que hoje em dias as pessoas tem bastante conhecimento, informação. E tem onde buscar isso. Vejo que as pessoas estão buscando ler mais livros, resgatar um estudo que tenha começado anos atrás, e por algum momento teve que parar, e hoje esta retomando. Mas falta sim, um incentivo a mais na cultura do país sim. Mas vai de cada um querer também. Mas a Educação está crescendo bastante, e o nível de cultura está aumentando sim.
O que não pode faltar no seu guarda-roupa: Eu sou muito básico no meu modo de vestir. Gosto muito de camiseta branca, e calça jeans. O que não falta no meu guarda roupa, é um bom jeans que combina com quase tudo, camisetas básicas em gola V de preferência. Algumas mais sofisticadas para uma ocasião mais formal. Acho que todo homem tem que ter um blazer no guarda-roupa também. Isso não pode faltar. E um bom par de tênis com uma cor bem neutra, pra combinar com tudo também. E também não troco por nada aquelas roupas mais surradas, para ficar a vontade em casa.

Que tipo de conselho você daria para quem gostaria iniciar carreira de modelo e o que fazer para não cair em conversar furadas?
Primeiro passo pra ser modelo eu ouvi isso quando comecei (claro que ainda estou no início também), é se SENTIR MODELO. Se olhar no espelho, e ver se la dentro tem um potencial, e um desejo grande pra isso. E ser HUMILDE, humildade é TUDO. Ninguém se torna um sucesso do dia pra noite não. Quem não é humilde por natureza, tem que ser por esperteza. Ser modelo não é fácil, você lida com profissionais extremamente exigentes e de gênio forte.  A mente e o psicológico da pessoa tem que estar muito bem preparados, porque uma hora você é lindo e maravilhoso, e no instante seguinte, você não serve mais pra aquele trabalho, porque tem um outro cara mais preparado. Se a gente não tiver uma mente boa, você entra até em depressão com esses Não e divergências de gostos que surgem muito.
Eu sempre estou aprendendo cada vez mais, vou melhorando minha maneira de fotografar, levo alguns puxão de orelha as vezes, mas vejo isso como um aprendizado. Cada clique que faço, com cada profissional que atuo, eu aprendo um pouquinho. E aceito as críticas e transformo isso em crescimento profissional.
Pra não entrar em furada, é não tem ouvidos pra qualquer pessoa que te chame por inbox no facebook, dizendo que você serve pra ser modelo. Pesquisar muito sobre o nome do profissional, e  agência que ele atua. Profissional sério (booker, scouter) jamais trabalha por conta própria, sem estar vinculado ou com contatos com alguma agência. Vale entrar na internet, no site da agência, fuçar nas redes sociais, ver como é o perfil da pessoa. Não é porque ela tem uma foto com um famoso, que ela vai te levar pra fama. Não é porque ele teve contato com uma top model no passado, que hoje ele vai fazer você virar um top model, do dia pra noite. Teve vários profissionais que trabalharam duro pra Top Model ser o que ela é. E se você perceber que a agência é séria, e ir até ela, pedir pra ser avaliado. Isso não tem custo algum. E se você tiver o perfil, pode ter certeza que vão querer você lá. Investir dinheiro no início é normal, mas tem que tomar cuidado com agências que sṍ vendem book e cursos. Isso tem muito. E ninguém vai pra fora do Brasil com tanta facilidade, sem estar devidamente preparado. Já tive várias propostas de profissionais seríssimos, sei que isso vai acontecer quando eu tiver preparado e mais confiante pra enfrentar um mundo diferente do  meu Brasil. Mas tem que tomar muito cuidado com isso.

E por falar em conversas furadas ou pessoas que só gostam de tirar vantagem, isso já aconteceu com você? E como você reagiu?
Sim, já aconteceu comigo. Cheguei a fazer 4 cursos em uma agência. Claro que me ajudou muito esses cursos, mas eu percebi que não adiantaria nada eu estar investindo nisso, se não tivesse me sentindo capaz de atuar no meio. Por isso fiz uma pausa, melhorei meu corpo, e ai então procurei uma agência que tinha interesse no meu perfil. Não adiantaria nada fazer mil cursos se a agência não investiria em mim. Teve agências que já de cara queriam um book meu, e que eu precisava pagar agenciamento, e pagar para entrar minhas fotos no site. Isso não existe.
Outras que me entregaram cartões, mas que pesquisei e vi que só querer vender book e tirar dinheiro de você. Vivem disso. Eu agradeci o convite e disse que quando estivesse disponível entraria em contato. Não precisa ser sem educação, apenas sair pela tangente. Tem olheiros também, que cobram uma fortuna e te colocam no melhor hotel de SP para você ser apresentado para as melhores agências. Já aconteceu comigo isso. Não tem necessidade disso. As agências em SP vão te receber da mesma forma sem te cobrarem nada, se você agendar uma entrevista e ir lá, bater de porta em porta.
Apoio de pai e mãe também são fundamentais. Ter o acompanhamento. Por mais que o cara tenha 30 anos. Minha mãe sabe de cada proposta que recebo.


Recentemente o país foi sacudido por grandes protestos reivindicando por saúde, educação, melhoria nos transportes, uma lista interminável. Protestar é a solução? Você foi a favor dos protestos?
Sim, acompanhei tudo pela internet e pela TV. Mas não fui pessoalmente nas manifestações. Sou a favor sim, desde que seja feita com segurança, sem violência e ignorância das partes. Vi ambientes serem destruídos, bancos e comércios detonados. Como se reivindica educação no pais, sendo que os próprios não tem educação e respeito pelo patrimônio publico?  Não é por ai, sou a favor de manifestações pacíficas, com sabedoria. E sendo feita dessa forma, o Brasil pode conseguir muitas mudanças boas. Se cada um fazer sua parte. Sei que não sai as ruas, mas há diversas formas de contribuição também.

PING – PONG
Família: BASE
Deus: Fé
Amizade: união
Amor: coração
Primeiro beijo: Ótimo
Primeira vez: Confidencial Hehe
Uma mania: Roer unhas
Uma vaidade: Tratamentos estéticos

Isso tudo da dentro do coração, Deus, minha família, meus amigos, minhas manias, minha vida!

Como está o coração do Naian?

Meu coração está muito feliz, perfeitinho, batendo por mim, e pela minha vida. (risos) Estou me amando no momento, cuidando de mim. No momento estou focado na minha carreira, acho que um relacionamento ia me confundir um pouquinho. Mas tudo ao seu tempo. Não sei do dia de amanhã.

O que alguém precisa fazer para te conquistar? Seduzir ou ser seduzido?
Eu gosto de seduzir e ser seduzido também! (risos) A pessoa precisa ser ela mesmo, sincera, e demonstrar que gosta de mim. Eu sou muito romântico, aqueles homens a antiga mesmo. Gosto de flores, escrever cartas, essas coisinhas que meio que se perderam hoje em dia.

Qual parte do seu corpo é o seu ponto fraco? Pernas, encostar uma perna na outra! Envolver os pés acho que isso!

Naian gostaria de agradecer esse tempo que você teve com o blog, sei que não é fácil achar um tempinho. Deixo este espaço para suas considerações finais.
Primeiro quero agradecer a oportunidade Ewerton Carreira, gosto muito de você, você sabe disso. Esse destaque e apoio que você da pra gente que esta lutando na carreira de modelo que não é fácil, é muito importante. Procurei ser bem sincero nas respostas. Espero que todos gostem. E que daqui uns anos possa novamente estar aqui, porque o ser humano evolui muito, e creio que vou ter muitas experiências para contar pra você e para os leitores.

Um beijão, e muita luz e amor pra todos!

NOTA DO EDITOR:

Conheci o belo em 2010, na época organizava o MISS & MISTER COMÉRCIO e Naian veio para juri pois tinha acabado de vencer um concurso de beleza. Ele desfilou  para sandálias MELISSA usando uma boxer preta de listas cinzas CK. Passaram-se 3 anos, e tive o prazer de convida-lo para o MISS & MISTER PIRANGI 2013, e o Naian que apareceu na minha frente era simplesmente um Apollo. Foram 03 anos de muita evolução e pelo que conheço dele sei que essas mudanças estarão sempre em constante evolução....A beleza dele vai muito além do óbvio....

Comentários

  1. Meu Deus que lindo, completo. Mostrou que não é só um rostinho bonito! Parabéns, vc vai longe! ;D

    ResponderExcluir
  2. Lindoo!! a penúltima foto é de tirar o folego! Parabéns >>>s2<<<

    ResponderExcluir

Postar um comentário